Posts Tagged ‘camisetas’

I S2 camisetas

05/04/2010

Já tinha recebido essa estampa de camiseta sensacional da música “Friday I’m in love”, do The Cure, por e-mail há tempos. Mas vi essa semana novamente, num post do blog de cultura pop da Ilustrada. Sou uma fã de camisetas. Tenho algumas que amo do fundo do coração e, por mais que já não caibam em mim (quem sabe um dia, com uns quilinhos a menos…), guardo para sempre. Há milhares de sites que vendem as bonitinhas por aí, brasileiros e gringos. Aproveito para listar alguns dos meus favoritos.

O Threadless eu descobri hoje mesmo, nos comentários do tal post da Ilustrada. É onde vendem a camiseta do The Cure. E também essa que sacaneia os vegetarianos. A dos personagens de Peanuts (aqui pra gente, Snoopy) em formato de…amendoins também é uma fofura. E meus amigos do baile Curinga vão adorar a “God save the villain”. Só faltou o “why so serious?” embaixo.

Outra loja virtual que eu adorava era a Mono, onde cheguei a comprar camiseta uma vez. Eles acabaram se dividindo e surgiram a Needles & Pins e a Sound & Vision. Adoro a “Coffee and TV“, com a caixinha de leite do clipe do Blur e, claro, a do Brilho eterno de uma mente sem lembranças, que eu tenho. Eles têm ainda estampas de outros filmes como “Pequena miss sunshine”, “Kill Bill”, “Amélie Poulain” e “As virgens suicidas”, além de outras com desenhos inspirados em músicas do Weezer, Yeah Yeah Yeahs e Cat Power.

A mais completa, me parece, é a Marka Diabo, que tem seu catálogo dividido em categorias. A lista tem umas coisas bem toscas, mas também uma quantidade razoável de estampas bacanas de filmes, músicas e bandas. Eu tenho deles uma camiseta que não achei no site, com os personagens do Mágico de Oz. As de playmobil com os personagens de “Pulp Fiction” e “Laranja mecânica” são fofas.

Se a ideia é procurar uma engraçadinha, o lugar certo é a  T-Shirt Hell, “para onde as más camisetas vão”, segundo o próprio site. Piadinhas com sexo, religião e o que mais for politicamente incorreto estão por lá. Acho que minha favorita é a do Facebook, mas “it’s irony, your dumb bitch” poderia ser bem útil às vezes…